' Plano de Obama para redução de gases causadores do efeito estufa é frágil e fraco'

O plano do presidente Obama para cortar as emissões de gases causadores do efeito  estufa pode parecer uma vitória climática, escreve Tim Kruger - mas não é verdade. É fraco porque os EUA podem cumprir as suas metas de redução de emissões até 2030 mais lentamente do que ele têm feito  desde 2000. E é frágil por que qualquer futuro presidente pode descumpri-lo  à vontade.
Os republicanos que negam as mudanças climáticas  odeiam esse plano (é claro), ainda assim , todos os bons e realistas climatologistas o veem  como um triunfo. Mas é um  pequeno passo na direção certa. Sem dúvida, você ouviu a boa notícia de que Barack Obama anunciou que os EUA estão  "verdadeiramente empenhados" em  reduzir as emissões de gases do efeito estufa. Alegrai-vos! Alegrai-vos! 
Segure o champanhe - e não apenas porque ele é cheio de bolhas de dióxido de carbono - enquanto fazemos uma verificação da realidade. Este é um plano nitidamente abaixo do esperado. Vamos a realidade.
Em primeiro lugar, a forma como a história foi contada - os EUA compromete-se a uma redução de 32% nas emissões de gases do efeito estufa até 2030. Isto está sendo impulsionado apertando as regras da  Agência de Proteção Ambiental (EPA) - uma agência federal que o presidente dos Estados Unidos pode instruir, sem a necessidade de passar por aquelas duas casas  dominadas pelos republicanos disfuncionais do Congresso. A EPA está confiante de que as suas regras têm uma base jurídica sólida e será capaz de suportar os desafios judiciais inevitáveis.
O efeito das regras impostas pela EPA  será combater  a produção de eletricidade a partir de carvão. Esta é certamente uma "coisa boa".,uma vez que  o  carvão  produz uma energia suja  resultando em poluição que é prejudicial para a saúde humana bem como para o ambiente.
Com esse compromisso os EUA podem entrar nas negociações climáticas em Paris de cabeça erguida e pode impulsionar  um acordo global para afastar a perigosa mudança climática. Mas essa realidade é  ao mesmo tempo frágil e fraco
É frágil, porque a menos que cada ocupante da Casa Branca , de hoje até 2030 seja um democrata, o que é pouco provável. Lembre-se que anteriormente eu disse que a EPA é  uma agência federal que o presidente dos EUA pode instruir sem a interferência do Congresso. Bem, se o presidente passa a ser um republicano  que negam ferozmente as mudanças climáticas, ele ou ela poderia contrariar a instrução anterior ou simplesmente adotar novas instruções..
Naturalmente, a decisão de  reduzir os gases causadores do efeito estufa adotada agora,  terá um efeito de longa duração, independentemente de as regras serem posteriormente revertidas. Ccontudo, uma redução de 32% nas emissões exige um grau de otimismo que beira  entre o heroico e o delirante.
É muito fraco. Uma redução de 32% em 2030 soa bastante impressionante até que você perceba que está na base de dados de 2005. Em 2013 (últimos dados disponíveis) a redução já tinha caído em 15% , desse modo  a taxa de melhoria necessária nos próximos 15 anos é realmente mais lenta do que a que já foi alcançada
A partir de 2005-2013, as emissões caíram a uma taxa de 2,0% ao ano - para cumprir o compromisso, as emissões teriam de cair  apenas 1,3% ao ano, entre 2013 e 2030. E a  redução de 32% apenas diz respeito às emissões de geração de energia , o que representa menos de um terço das emissões totais dos Estados Unidos.
Não que os EUA devam merecer uma crítica especial - os compromissos da UE e da China são igualmente insuficientes para evitar as perigosas  ameaça de alterações climáticas
Ah sim, você diz, mas é politicamente importante - o poder hegemônico do mundo assumiu um compromisso, e isso cria uma base sobre a qual um maior progresso pode ser alcançado. Não vamos ser pessimista - este poderia ser o início de um acordo global. Embora a razão desconfie dele.
 

Enquete

Um ano como prefeito, você considera o Crivella o pior prefeito que o Rio já teve até hoje?

SIM 954 83%
NÃO 200 17%

Total de votos: 1154

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!