O caos na saúde pública do RJ: Escassez de remédios e comida para pacientes

No Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no Subúrbio do Rio, funcionários administrativos, vigilantes, da cozinha e maqueiros ficaram sem receber o salário e sem previsão de quando vai ser feito o pagamento. Os terceirizados também estão sem receber vale-refeição e vale-transporte. E que a única informação que eles têm é que a Secretaria Estadual de Saúde não está repassando o pagamento às empresas.E esses problemas na área de saúde não se resume apenas ao Estado, no Município do RJ ,além da falta de pessoal, em muitos postos de saúde,faltam medicamentos básicos. 

O Rio de Janeiro é o estado que deveria ter o melhor serviço de saúde pública do Brasil, já que além dos hospitais estaduais, municipais e postos de sáude, conta com  a rede de 10 hospitais federais, que embora sucateados, atende milhares de pessoas diariamente. Então , o que está errado com a saúde pública do Rio? Incompetência, má gestão, politicagem  e corrupção. Além da bagunça que é o SUS  no Rio, onde existe o SUS federal, o SUS estadual e o SUS municipais, que não conversam entre si.

 

O governo brasileiro destinou em média a cada cidadão US$ 512 por ano em saúde. O valor, referente a 2012, é quase cinco vezes superior ao que se investia em 2000, quando o gasto público com saúde era de apenas US$ 107 por ano. Esse valor ainda é baixo comparado a outros países, mas demonstra que o problema da saúde pública no Brasil é mais de gestão do que de falta  de recursos.

The Bruzundangas Times

Enquete

Um ano como prefeito, você considera o Crivella o pior prefeito que o Rio já teve até hoje?

SIM 954 83%
NÃO 200 17%

Total de votos: 1154

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!