1 trilhão e 200 bilhões de reais é a quantia que o Brasil vai gastar para pagar a dívida pública em 2015. Veja quanto sobra para investimentos.

No passado o Brasil contraiu grandes empréstimos do FMI, e uma das exigências do fundo era atingir metas positivas de superávit primário. O problema é que para isso o país deveria reduzir suas despesas, o que era feito principalmente através da redução dos níveis de investimento; assim, os políticos tendiam a resistir a recorrer ao Fundo para evitar, dentre outros, este possível entrave ao crescimento do país.

Hoje em dia o superávit primário continua sendo uma medida de interesse, mas não mais devido ao FMI (o Brasil, inclusive, tornou-se credor do Fundo em 2009), mas sim devido à enorme proporção da dívida pública, que está em aproximadamente 43% do PIB, e hoje é composta principalmente pela dívida interna.

Eduardo Oliveira Peixoto, economista formado pela Universidade Cândido Mendes

 

Enquete

Um ano como prefeito, você considera o Crivella o pior prefeito que o Rio já teve até hoje?

SIM 954 83%
NÃO 200 17%

Total de votos: 1154

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!