Fazer viagens incríveis estraga suas amizades. Descubra por quê

Se enterrar na areia da praia do Boqueirão , em Praia Grande(SP), é muito melhor do que contemplar Paris do alto da Torre Eiffel. Pelo menos se você estiver preocupado com sua popularidade nas redes sociais. Um estudo publicado na revista Psycological Science garante: quem vive experiências incríveis é excluído pelos amigos.
Calma, isso não quer dizer que seus melhores amigos de infância vão começar a fingir que você não existe. Mas os cientistas de Harvard descobriram que pessoas gostam de conversar sobre experiências que as aproximam. Então, o natural é excluir quem vive coisas muito incomuns e distantes da sua realidade

Cassie Mogilner, professor da Universidade da Pensilvânia, explicou ao jornal The New York Times que, diante da grande quantidade de informações que as pessoas compartilham nas redes sociais, quem abre a timeline do Facebook precisa selecionar o que vê. E o critério é esse: as experiências mais próximas da vida de cada um chamam mais atenção
No entanto, pode ser que a viagem a Paris faça o maior sucesso. Tudo depende do que seus amigos consideram mais ou menos próximo da vida deles
Gus Cooney, o estudante de Harvard que conduziu a pesquisa, explicou:
— Nós estamos tão atraídos por experiências extraordinárias que não pensamos sobre seu custo: elas nos fazem diferentes dos outros.
Fotos com famosos, por exemplo, podem tornar você uma pessoa mais "interessante"
Mas a exclusão vale também para a vida real: é melhor pensar duas vezes antes de sacar o álbum de fotos de Paris no jantar com amigos

Enquete

Você acha que Michel Temer é corrupto e que deve ser cassado?

Sim 490 96%
Não 21 4%

Total de votos: 511

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!